segunda-feira, 3 de outubro de 2022

DESEJO

                                                                         (lauri blank)

                                                                    

                                                        

    Não mais se contentam as mãos
    com dedos entrelaçados.
    Querem percorrer o corpo
    reduzindo, pouco a pouco,
    da distância, a saudade

    Não mais se contenta a boca
    com um delicado beijo no rosto.
    Quer, de novo, a liberdade
    de pousar em cada canto
    que lhe chamar a vontade

    Não mais se contenta o ouvido
    com o som de algumas palavras.
    Quer o sussurro de outrora
    capaz de  acordar a loucura
    que a mente segura
agora

     Não mais se contenta o sangue
     com o morno de seu trajeto.
     Quer as veias percorrer sem lentidão
     fazendo do coração um bailarino
     incansável, 
     pulsante e desgovernado,
     girando descompassado
     nos passos de uma paixão


                                                                                   Marilene


20 comentários:

  1. Belíssimo!
    Somos insaciáveis!

    Beijinhos! Boa semana e bom mês de Outubro!

    ResponderExcluir
  2. Que belo poema, Marilene! “O desejo” se apossa, pouco a pouco, em linha tênue, do tu ao outro até que reste apenas uma só música, um só corpo e depois a lassidão.
    Um abraço,

    ResponderExcluir
  3. Maravilhoso Lena!
    Coração batendo forte e sem folgo mas em sintonia e compasso, convoca todos os recantos do desejo, onde espraia sua paixão.

    ResponderExcluir
  4. Poema lindíssimo que me fascinou ler. Deixo o meu mais forte elogio
    .
    Cumprimentos cordiais.
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderExcluir
  5. Um encanto de poema. Amei :)
    -
    Não importa aonde fomos...

    Beijos e uma excelente semana

    ResponderExcluir
  6. Poesia linda, intenso e profundo sentir nela expresso!
    Adorei!
    bjs, chica

    ResponderExcluir
  7. Que delícia quando os corpos e as almas se entendem na conjunção perfeita do amor! Momentos perfeitos!
    Um abraço

    ResponderExcluir
  8. No fogo das paixões, corpos flamejantes em perfeita fundição na delicia de amar e ser amado. Belíssima caliente elegante poesia Lena.
    Que a semana seja de mais amor.
    Carinhoso abraço mineiro de flor.

    ResponderExcluir
  9. Um poema apaixonado que tive o prazer de ler.
    Lindo!
    Um beijinho carinhoso, Marilene
    Verena.

    ResponderExcluir
  10. A nossa necessidade de carinho pode nunca ser satisfeita.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  11. A paixão fala mais alto e a intensidade dos desejos se floram.
    Belissima poesia!
    Parabéns por essa linda inspiração!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  12. E a gente ultrapassa a idade da emoção e quer sempre mais.
    Obrigada pela partilha deliciosa de um coração de bailarino _ oxalá
    possamos girar descompassadas rs e muito apaixonadas, sempre !
    Adorei, Mari Um beijo

    ResponderExcluir
  13. Tudo se conjuga neste seu poema. Palavras, ritmo e
    emoção. O não se contentar com pouco e querer mais
    e mais, com a alma e o coração na sua exigência de
    uma grande paixão.
    Adorei, querida Marilene.
    Beijinhos
    Olinda

    ResponderExcluir
  14. Boa tarde Marilene
    É assim mesmo quando o desejo se alia à paixão.
    Belo poema, que gostei bastante de ler.
    Desejo continuação de uma boa semana com muita saúde.
    Beijinhos´
    :)

    ResponderExcluir
  15. Marilene, sua poesia pulsa intensa na inspiração. Belíssimo! Grande beijo. Tenha uma noite abençoada!

    ResponderExcluir
  16. O desejo é assim, quer sempre mais e mais...
    Um poema de excelência, parabéns pelo seu enorme talento para a poesia.
    Continuação de boa semana, amiga Marilene.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  17. A delicada sensualidade poética só previlégio de muito poucos.
    De uma beleza ímpar, Marilene.!
    Beijinho

    ResponderExcluir
  18. Boa tarde Marilene,
    Um poema magnífico em que o amor e a sensualidade se aliam de forma profunda e delicada.
    Gostei bastante.
    Um beijinho.
    Ailime

    ResponderExcluir
  19. O amor e a paixão pedem uma forte união de almas e corpos...
    Assim é o destino dos humanos...
    Muito belo, Poetisa amiga. Beijos
    ~~~

    ResponderExcluir